Buscar
  • Mari Suter

Quem sou eu na fila do pão?

Atualizado: 29 de Jul de 2020

O tempo passa e a ficha cai: você sempre soube.

A gente sabe. O corpo fala. O conto do propósito é um lembrete: você tem tarefas a cumprir durante a Vida, um compromisso íntimo entre as instâncias que te constituem.


O corpo fala porque quando a gente sai da fila do nosso pão, vem a dor de cabeça, a ansiedade, a gastrite, a depressão, a alergia, a fadiga.

Essa onda forte de gente falando sobre propósito, missão de vida, serendipidade, jornada, caminho, veio porque já passou da hora de entendermos que cada um tem um lugar na fila do pão. Todos. All. Tous. Acho essa metáfora ótima, e hoje ela caiu como uma luva porque me propus a escrever tendo ela em mente, nesse espaço que abandonei a cerca de um ano - e revendo os textos antigos vi que o primeiro deles fala sobre a simbologia do pão: achei no mínimo curioso.


Achei curioso também porque passo por um período sem comer o bom e velho pãozinho: para descobrir o que desencadeia minha Psoríase, resolvi tirar alguns alimentos do meu cardápio - sobretudo os que tenham a famosa proteína do trigo.. tan tan tan o tal glúten. E pensei que até na ausência o bendito pão vai me guiar, para além do tarot, claro - digo isso porque me valho diariamente de um set de cartas lindo que a Magui desenvolveu em homenagem a ele, chama "Oráculo do Pão: Alquimia e Milagre" - super recomendo!


Voltando a metáfora: na padaria quando a gente vai comprar o pãozinho, sempre se forma uma fila - às vezes a gente é o primeiro a chegar e não tem de esperar; por outras já tem uma galera esperando para ser atendida; e vira e mexe a fila anda e você se vê ali pelo meio. Chegando no balcão você declara suas preferências - pão francês, italiano, pão doce, baguete, broa de milho, pão de queijo.. branquinho ou mais torradinho, com ou sem gergelim.. 2, 4, 10 pra congelar.


E onde eu quero chegar? No final das contas, todo mundo recebe o pão. Ele já está ofertado quando você tá na fila: o padeiro acordou cedinho para te proporcionar todas as delícias que esse lugar (que deveria chamar Paraíso - só acho..) tem para oferecer.


A fila em si, serve para você decidir qual vai ser a colheita do dia: o de sempre ou um twist na rotina? A pessoa que espera mexendo no celular ou a que puxa conversa com o vizinho da linha? Ser aquele que conta com a sorte pra pegar uma fornada que acabou de sair, ou você prefere ser daqueles que sabe exatamente a hora que os pãezinhos vão ser dispostos no mostruário e se programa pra estar ali? Quer ser a mesma pessoa todo dia ou se inventar no cotidiano?


O mais legal disso tudo, é que não tem certo e errado: na fila do pão só temos uma certeza: o seu lugar tá garantido.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mal

RECEBA AS NOVIDADES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

© 2023 por Sal & Pimenta. Orgulhosamente criado com Wix.com